Como Manter a Motivação em Alta Até o Dia da Prova

Mulher pensando

Você se lembra do dia em resolveu começar a estudar para concurso público?

Pode ser que você tenha decidido entrar nessa vida de “concurseiro” seduzido pelo salário e outras vantagens que a nomeação em um cargo público oferece.

Pode ser que você tenha decidido correr atrás da sua vaga na administração pública por estar cansado das incertezas e da falta de oportunidades na iniciativa privada.

Pode ser que você tenha tomado a decisão de se tornar servidor público para ter mais tempo livre para se dedicar à família ou aos amigos.

Com certeza você viu nos concursos públicos uma “janela de oportunidades”, uma maneira de mudar seu futuro para melhor, de ter mais qualidade de vida e a segurança da estabilidade que só um cargo público pode lhe oferecer.

Seja qual for o motivo, quando você optou por seguir esse caminho, você certamente estava motivado e acreditava que seria capaz de atingir seus objetivos.

E assim, cheio de motivação e entusiasmo você deu seus primeiros passos nesse “mundo dos concursos públicos”, rumo à sua tão sonhada nomeação. “Encantado” com o número de vagas, com os salários, com a estabilidade e outras “regalias” que só um funcionário público tem.

No início você deve ter feito como quase todo mundo: se inscreveu no primeiro cursinho que apareceu, “baixou” tudo quanto foi material que encontrou na internet e dedicou longas horas de estudo para se preparar para “aquele” concurso que anunciava milhares de vagas para quem tivesse apenas o nível médio.

Mas sua jornada estava apenas começando e, aos poucos, você percebeu que essa vida de “concurseiro” não seria tão fácil como você imaginava e se deparou com:

  • pouco tempo para estudar toda matéria cobrada pelo edital;
    • muitas matérias que você nunca tinha ouvido falar e outras que são muito difíceis de aprender;
    • e uma concorrência cada dia mais acirrada (“parece que agora todo mundo resolveu estudar para o mesmo concurso que eu”).

Como se essas dificuldades não fossem suficientes, você não demorou a descobrir que, além de tempo, estudar para concurso envolve investir uma quantidade considerável de dinheiro em cursinhos, livros e apostilas, entre outros.

Preocupada

O tempo foi passando, os resultados não foram como você esperava, o dinheiro foi diminuindo e a cobrança aumentando e você ainda ficava (ou fica) ouvindo frases como essas:

“Por que você não desiste disso e vai procurar um emprego?”

“Quando é que você vai ter tempo para sua família?”

“Você chega do trabalho todo dia cansado e ainda vai estudar”?! Quando é que você vai ter tempo para descansar? Desse jeito você vai acabar adoecendo!

Talvez você já tenha parado para pensar e tenha ficado em dúvida se realmente vale a pena continuar tentando:

“Será que concurso público é só para gênios?”

“Será que não é tudo um “jogo de cartas marcadas”?”

“Será que essa vida de “concurseiro” é mesmo para mim?”

Mesmo diante de várias dificuldades e obstáculos, você não desistiu e seguiu em busca da realização de seus sonhos.

Mas, por mais que você tente manter-se motivado e firme em seu propósito de conquistar sua vaga, você já começar a achar que “perdeu o bonde da história”, que “quem entrou, entrou” e que os concursos públicos vão acabar.

Ainda que os cursinhos e a mídia insistam em dizer que o edital “daquele” concurso que você tanto espera pode sair a qualquer momento, você já não tem muito ânimo ou motivação para seguir nos estudos e já não consegue manter o mesmo ritmo de antes ou mesmo retomar seus estudos.

Diante desse cenário é normal que você se sinta desmotivado e perca o foco da sua preparação, pois a realização do concurso que você quer parece estar muito longe.

Mas, meu amigo, se você está passando por uma situação como essa, cuidado: você está perdendo um tempo precioso. Tempo esse que, se for aproveitado da maneira correta, pode fazer toda diferença na hora da prova, pois se você souber usar isso a seu favor, estará mais bem preparado do que seus concorrentes.

motivacao3

Quando você pensa na sua situação atual, no seu emprego, em como será seu futuro se sua vida continuar como está hoje, você ainda pensa que passar em um concurso público ainda é sua melhor opção para melhorar sua situação futura?

Se a sua resposta foi sim, esse artigo é pra você. Nele vou mostrar:

  • 3 vantagens que esse tempo de incerteza pode lhe dar;
  • uma técnica que será capaz de manter você motivado até o dia da prova.

Não vim até aqui, pra desistir agora

Entendo você, se você quiser ir embora

Não vai ser a primeira vez, nas últimas 24 horas

Mas eu não vim até aqui, pra desistir agora

Humberto Gessinger (Engenheiros do Hawaii)

Não tenho dúvida de que você passou por muita coisa até aqui e entendo que você possa estar um pouco desmotivado, se você ainda está em dúvida se deve começar agora ou esperar mais um pouco, leia a seguir:

AS 3 VANTAGENS DE COMEÇAR A ESTUDAR AGORA

Vantagem 01 – Antecipação, sua melhor aliada

Dedo no livro

Não é segredo pra ninguém que começar estudar antes mesmo do edital sair pode proporcionar uma grande vantagem sobre os outros candidatos. Mas, mesmo sabendo disso, muitos esperam o edital sair para começar a planejar seus estudos e, como o tempo entre a publicação e a prova é relativamente curto, acaba se arrependendo ao se darem conta de que dificilmente irão conseguir estudar todos os tópicos do edital durante esse período.

Diante disso nada melhor do que poder estudar com antecedência as principais matérias cobradas no edital anterior.

Imagine quanto estresse e ansiedade você pode evitar ao antecipar sua preparação?

Vantagem 02 – Não se tornar um candidato “oba-oba”

Target miss

Candidato “oba-oba” é aquele candidato que faz todos os concursos que aparecem com a esperança de que um dia tenha sorte e passe em algum. Esses candidatos acabam perdendo tempo tentando estudar várias matérias diferentes uma das outras e se decepcionando consigo mesmo por não conseguir uma aprovação.

Se você não quer ser um candidato desse tipo, defina um foco e se torne fiel a ele. Aproveite esse tempo para escolher o concurso “certo” para você, que irá suprir todas as suas necessidades e pelo qual vale a pena dedicar seu tempo nos próximos meses estudando para garantir sua vaga.

Vantagem 03 – Ainda terá tempo de rever como se preparar

Relógio 1

Se você já está nessa vida de “concurseiro” há algum tempo, fez algum concurso ou está começando a estudar agora, já percebeu que conseguir “vencer” o conteúdo do edital a tempo parece ser uma “missão impossível”.

Em muitos momentos, durante sua sessão de estudo, você precisa ler e reler várias vezes o mesmo conteúdo até entender do que se trata e, mesmo quando acha que aprendeu, na hora do exercício já não se lembra de mais nada.

Imagine o estresse e a ansiedade que isso causa nas pessoas que precisam avançar na matéria, mesmo sem entender direito, pois não tem tempo de ficar revendo o conteúdo, porque ainda tem muita coisa ainda para estudar!

Por outro lado, quem começa a se preparar antes, consegue arrumar tempo para organizar sua rotina, escolher o melhor material para estudar, criar o hábito de estudo e ainda encontrar o melhor método para usar durante sua preparação.

Felizmente as pesquisas sobre como o cérebro aprende e guarda as informações avançaram muito, nos últimos anos. Hoje em dia, você pode “lançar mão” de técnicas de estudos que são muito mais eficientes e que podem ser suas aliadas na hora do estudo.

Quem começa a estudar antes do edital ser publicado, tem a oportunidade de aprender a usar essas técnicas para ter um maior aproveitamento do estudo.

COMO MANTER A MOTIVAÇÃO ATÉ O DIA DA PROVA

aprovaçao-feliz

É muito comum a maioria dos candidatos reclamar que não conseguem manter a motivação nos estudos por muito tempo. Se você também está passando por essa situação, é porque provavelmente se esqueceu de uma coisa muito importante: o motivo que levou você a querer fazer concurso público.

É muito fácil deixar que as dificuldades que você encontra no caminho obscureçam a visão do que você irá conquistar quando passar no concurso que tanto deseja. Quando isso acontece não há motivação que resista.

Por isso é muito importante que você resgate os reais motivos que irão lhe mover a agir. Eles vão servir como gatilhos que, quando ativados, irão lhe ajudar a manter a sua motivação em alta.

01 descobrir o principal motivo que te fez decidir entrar nessa vida de “concurseiro”

Pensando x

Então, responda:

“Por que eu quero passar nesse concurso, assumir esse cargo?”

O que vou ganhar se eu conseguir atingir esse objetivo?”

“Como vai ser minha vida depois de conseguir ser concursado?”

Pode ser que você tenha respondido que a sua principal motivação para ser concursado seja o salário que você irá receber depois de nomeado.

Mas, será que o dinheiro é realmente o que mais importa na sua vida? Se parar um pouco para pensar você provavelmente descobrirá que existem outras coisas mais importantes para você, como a sua família, por exemplo.

Então, nesse caso, o dinheiro não é o que irá mantê-lo motivado até a prova, e sim, o que você fará com ele em benefício da sua família: pode ser que você queira comprar um carro ou uma casa; proporcionar mais qualidade de vida para sua família ou realizar “aquela” viagem de férias que você sempre sonhou.

Esse é o primeiro passo: você precisa encontrar o “gatilho” motivacional certo; aquele que será capaz de mantê-lo firme na busca dos seus objetivos, mesmo diante das adversidades.

Mas, para tornar essa técnica mais eficiente, você precisa:

02 Escrever e manter esses “gatilhos” sempre à sua vista

Anotações a vista

Depois de descobrir seus “gatilhos”escreva todos eles em uma lista e fixe esse papel em um lugar estratégico, de preferencia no seu local de estudo, para que você seja constantemente lembrado por que você está estudando.

Se você conseguir transformar suas respostas em imagens, melhor ainda. Se o motivo for comprar um carro, cole a foto do carro; se for dar uma vida melhor para o filho, cole a foto do filho; se for se livrar do chefe “mala”, cole a foto dele na sua mesa.

Conheço uma pessoa que colou, na sua mesa de estudos, a foto do chefe que vivia “pegando no seu pé”. Cada vez que pensava em parar de estudar ele imaginava a cara que o chefe faria quando recebesse a notícia de que ele havia sido nomeado naquele cargo disputadíssimo, e sentia seu ânimo renovado e seguia estudando.

Até hoje ele afirma que seu chefe foi maior responsável por ele ter conseguido tirar o 1º lugar naquele concurso.

03 Reservar um tempo para refletir nos seus objetivos

Pensando x1

Reservar um tempo para refletir nos motivos e nas recompensas que você terá ao conseguir passar no concurso público, irá ajuda-lo a manter sua motivação e foco.

Pesquisas científicas recentes mostram que as áreas do cérebro responsáveis pela motivação se iluminam quando pensamos nas boas sensações que teremos quando conseguirmos atingir nosso objetivo.

Assim, o simples fato de ter bem claro em sua mente quais são os motivos pelos quais você está estudando fará com que seu cérebro encontre maneiras para superar os obstáculos que surgirem, mantendo sua motivação em alta.

Tenho certeza de que se você usar essas dicas: começar a estudar com antecedência e encontrar os gatilhos certos para manter sua motivação, irá abrir uma enorme vantagem entre você e seus concorrentes.

Se você gostou desse artigo e conhece alguém que se beneficiaria por saber dessas dicas, por favor, compartilhe-o com seus amigos, assim todos nós saímos ganhando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *